teresanicolau @ 20:00

Dom, 25/09/11

Passava para lá da noite e não sossegava.
Um lugar de aperto, que era novo, de se cheirar quase, mantinha certa presença que fazia esquecer.
Uma volta e outra vez o olhar perdido à procura da ponta da luz.
A escolha merecia o óbvio dormir, até que o dia chegasse. Mas não. Conseguia esse tal lugar do corpo, mantê-la por mais bocados acordada.
Que esquisito. 

Parecia ouvir entretanto, na sua distância, uma voz que dizia. Mãe.
Voz gritada, voz abençoada.

Tinha exatamente, porque o exato é sempre perfeito, o tom que tinha deixado de estar naquela casa.
Principalmentre naquelas noites.
Talvez fosse isso, o rezar: esperar por esses gestos banais. Poderia ser hoje, amanhã depois. Ainda não sabia, mas esse aperto só a lembrava da vida que voltaria.
E com o corpo todo, sem slow-motions que a atencipassem, levou-se em correria para esse dia, preparada para mais desilusões, entre as luzes construídas e as palavras apenas fabricadas. Sorrisos, nem nenhum capaz de emergir sincero.
Lá chegou. Sentada na cadeira da mentira, entre pós de sonhos fingidos e cores exageradas de felicidades, as lágrimas daquele lugar, finalmente caíram. E sussurraram-lhe, do alto desconhecido já santificado pelos pincéis:
- Estou aqui para as agarrar.




Rigoletto @ 23:28

Dom, 25/09/11

 

Exactamente, agarre-as.
Façam a diferença neste blogue.
Mantenham o charme do nome.
Captem os momentos e os instantes...
Aqueles que picam e ficam.

2 linhas @ 15:26

Seg, 26/09/11

 

Tão bonito este este... e tão triste.

2 linhas @ 15:27

Seg, 26/09/11

 

*texto

Obrigadinho!

 

O Polaroid podia ter ganho o prémio de Blog Revelação do ano 2011 da TVI24, mas infelizmente vocês são uns leitores do caraças e não votaram em nós! Mesmo assim, vamos continuar a escrever, sendo que quem levou a taça foi o @ChicodeOeiras e a sua malta esquerdista! Já percebemos que vocês preferem o Mao ao amor e o Enver Hoxha aos nossos textos bonitos! . Agradecemos a vossa ajuda! Obrigadinho malta!


PS - O Zé Maria obrigou-nos a colocar no final disto: "mas continuamos a gostar de vocês".
Pub.
Segue no Twitter
Arquivos
Pesquisar
 
RSS